sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A organização leva à excelência


O.R.G.A.N.I.Z.A.Ç.Ã.O - A falta de uso dessa palavrinha que aprendemos lá na infância acarreta em uma série de complicações e adiamentos que podem afetar nossa vida pessoal e profissional de forma que em determinado momento começamos a nos sentir pessoas sem realizações reais. Mas basta seguir algumas dicas que, acreditem, podemos conquistar tudo o que sonhamos. A primeira coisa a fazer é se planejar.
Saber o que é necessário fazer, quais são as atividades que você deve exercer no trabalho, em casa, quais as atividades que você quer começar a praticar, como exercícios, visita a parentes e viajens. Saber aonde se quer chegar também é fundamental no planejamento, te ajudando a compreender quais os passos que você tem que dar e qual o tempo necessário se dedicar para alcançar o objetivo. Fazer uma lista ajuda muito, tanto a lista geral como a lista diária. Chegar no trabalho e anotar suas funções e atividades, relacionando-as com as prioridades e deadlines ajuda na concentração e no cumprimento de datas, evitando trabalho acumulado, estresse e desatenção.
O próximo passo é a organização do espaço em que você vive ou trabalha. Nada de papel em excesso, coisas jogadas, e nada de pensar que a sua bagunça é organizada, por mais que você encontre as coisas demora mais do que se estivesse com cada coisa em seu devido lugar. A mesa do trabalho também não é lugar de empilhar papeis, tenha em cima dela apenas o necessário para a atividade que está exercendo no momento. Mantenha os demais documentos em pastas organizadas na gaveta ou no armário de pastas suspensas.
Outra ação simples e que ajuda na hora de economizar tempo é a limpeza do guarda-roupa, exercendo o desapego e a caridade. Aproveite também e arrume suas chaves para que ninguém te deixe trancado em casa, ande sempre com guarda-chuva, porque se você se molhar vai perder tempo se secando ou indo em casa trocar de roupa. Falando em roupa, você demora muito para se arrumar antes de ir ao trabalho? Se a resposta é sim comece a escolher a roupa na noite do dia anterior, de manhã o sono impede a concentração.
Viu? Seguindo essas dicas básicas não vai ser difícil economizar tempo. Pense só nos minutos economizados quando você não tem que ficar procurando a chave do carro, o documento especifico para uma ação ou cliente. Enfim, organize essas coisas pequenas que podem além de tudo te deixar nervoso e ainda mais lento e sem vontade de trabalhar e fazer coisas prazerosas. Pessoas estressadas passam seus dias de descanso dormindo e não aproveitam para realizar seus desejos. Siga essas dicas e depois me conte se não valeu a pena.
Por: Amanda Dias


30 de Setembro - Dia da Secretária


Sabemos que você é uma pessoa autêntica,
com muito trabalho,
mas ouça um momento.
Você já parou para analisar o seu papel nesse local?
Sem você nada caminha,
o seu chefe fica sem ponto de partida,
as viagens não ocorrem conforme o previsto,
os clientes se atropelam, e ninguém se entende.

Você é a peça que não pode faltar nesse quebra-cabeça.
Nada pode ser feito sem você.
As importâncias do dia,
o fechamento de contratos benéficos, a redação,
o bom atendimento, a boa relação com aspessoas,
a delicadeza, tudo isso são adereços
que só você tem, e por você ter tanto para dar,
e dá o melhor é que esse lugar foifeito para você.

Neste local de trabalho,
a prioridade do dia é você,
a sempre competente Secretária.

Parabéns pelo seu dia!



quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Planejar bem o seu tempo? Veja algumas dicas

A importância do bom humor para a sua carreira


Em um ambiente de trabalho onde as pessoas vivem de mau humor, a energia negativa é contagiante e isso acaba afetando em vários aspectos não só as pessoas que ali trabalham, mas a empresa de uma maneira geral. As empresas hoje buscam por ambientes de trabalho harmônicos, pensando na qualidade de trabalho e de vida proporcionada a seus funcionários e por isso, elas estão procurando contratar profissionais que não sejam apenas capacitados, mas que vivam de bem com a vida. É comprovado que o bom humor traz inúmeros benefícios para a vida do indivíduo como um todo, e no trabalho, ele reduz o estresse, diminui a fadiga, aumenta a produtividade e a criatividade, estreita as relações com colegas, facilita o trabalho em equipe e traz motivação.
Infelizmente, há alguns fatores dos tempos modernos, principalmente das grandes cidades, que atrapalham a vida de todo mundo e  que acabam por tirar o bom humor das pessoas. É aquele trânsito caótico, uma reunião desgastante, problemas familiares, pressão no trabalho, falta de tempo para o lazer e descanso e por aí vai … Mas, é preciso tentar ao menos esquecer um pouco isso e manter o autocontrole emocional para focar no trabalho. Estar bem consigo mesmo é também de extrema importância, porque caso contrário, não há bom humor que permaneça.
Um ambiente de trabalho onde o bom humor prevalece é propício a satisfação e produtividade maior no trabalho. Através do bom humor, os funcionários passam a ter uma visão melhor para os problemas do dia-a-dia e encontram melhores maneiras de se livrarem mais rápido destes. Mas, o bom humor deve se estender a toda a empresa. Os líderes que possuem bom humor, mantêm um ambiente mais descontraído, sem estresses e fortalecem as relações entre sua equipe de trabalho. Quando há um conflito, o bom humor do líder permite que ele resolva-o de forma mais eficaz, sem comprometer o trabalho da equipe. Ainda, há de se considerar que uma empresa onde o bom humor permanece no ambiente, consegue conquistar muito mais os seus clientes. Você já teve alguma experiência, onde um funcionário que não estava de bom humor te atendeu? A gente acaba colocando a culpa na empresa e a probabilidade de voltar lá é mínima.
O bom humor na medida certa é de extrema importância para manter um ambiente de trabalho agradável, sem estresse, onde os funcionários possam produzir com motivação e conviver em harmonia com seus colegas de trabalho. Confira as soluções para alguns problemas:
  • Problema: Seu pensamento ranzinza é focado no fracasso. Você torce contra projetos só para confirmar sua previsão pessimista.
    • Solução: Deixe de lado o mau humor e veja com bons olhos o que acontece à sua volta. Tenha certeza de que, ao trabalhar para o melhor, as conquistas se tornam mais saborosas.
  • Problema: Sua cara espanta os subordinados. Eles não se interessam pelo trabalho, só cumprem o horário e fazem as tarefas de qualquer jeito.
    • Solução: Responda você mesma de quem é a culpa! Empregados só trabalham motivados quando se sentem bem naquele ambiente. O líder tem que ser carismático e conduzir seu grupo de bem com a vida.
  • Problema: Seu isolamento em relação os colegas está lhe incomodando, pois você está sempre só.
    • Solução: Não se faça de coitado (a) nem espere paparicos. Quem tem a síndrome do mau humor fica de canto porque os outros não querem ser contaminados. Ensaie sorrisos e mostre que você pode ser legal.
  • Problema: O chefe é um indivíduo repugnante, de tão mal-humorado. É muito difícil trabalhar com ele!
    • Solução: Experimente reverter o problema: trate-o com gentileza, humildade, tolerância, autocontrole e, sobretudo, releve suas atitudes desagradáveis. Com o tempo, ele vai notar – e melhorará.
Encare a vida e o trabalho com bom humor. Você só tem a ganhar!


Por: Mariana Rodrigues

Coisas para saber - Ambiente de trabalho


Seguem algumas dicas sobre etiqueta profissional que podem ser adotadas por você desde já:

1. Porta aberta – Mesmo que você tenha proximidade com o colega de trabalho e a porta da sala dele esteja entreaberta, não custa dar aquela “batidinha”.

2. O telefone – Ao entrar na sala, se a pessoa estiver ao telefone volte e espere alguns minutos. Pode ser que seu colega precise de um pouco de privacidade naquele momento.

3. A ligação – Quando alguém estiver ao telefone, evite falar alto e próximo à pessoa, pois do outro lado da linha pode estar até mesmo um cliente da empresa.

4. O celular – Quando seu celular tocar, o ideal é atendê-lo fora da sala. Lembre-se que toques altos e “exagerados” chamam a atenção.

5. Quebra do gelo – Expressões com: “Bom dia!”, “Olá, tudo bem?”, “Bom final de semana!” são sempre bem-vindas e muitas vezes quebram o gelo do ambiente.

6. Uma conversa – No ambiente de trabalho é fundamental trocar ideias com os colegas. Quando estiver em uma conversa, preste atenção, seja um bom ouvinte e olhe diretamente para a pessoa. No momento oportuno, faça suas colocações, mas não atropele o processo de comunicação de forma “bruta”.

7. O pega-pega – Imagine a seguinte cena: você está na sua sala e um outro funcionário chega. Ao falar, já pega em seus ombros, dá aquelas terríveis “empurradinhas” como se estivesse em um campo de futebol. Não faça parte do clube dos “pega-pega”. Mantenha uma distância razoável e evite gesticular exageradamente.

8. Qual é a música? – Para muitas pessoas, ouvir música é uma forma de relaxar e há quem adore um som agradável enquanto trabalha. Usar o fone de ouvido é perfeito para não incomodar os colegas.

9. Brincadeira tem hora – O ambiente de trabalho descontraído melhora o astral de qualquer pessoa. No entanto, cuidado para não brincar com o colega no momento errado. Se ele estiver muito concentrado em uma atividade, não o interrompa para contar uma piada, por exemplo.

10. Lixo no lixo – Como é bom trabalhar em um local limpo. Mas, isso não depende apenas do profissional responsável pela limpeza. Você precisa fazer a sua parte. Bolinhas de papel devem ir para o lixo. Se você errou o alvo, não custa pegar o papel e colocá-lo no cesto. Isso também vale para quem usa o toalete.

Além dessas dicas, é bom sempre termos em mente que é a nossa imagem que está em jogo e saber se comportar dentro do ambiente de trabalho também faz parte do Marketing Pessoal. Vale ficar mais atento e usar o bom senso dentro da empresa. Não é só a sua imagem que está em jogo, mas também o ambiente de trabalho e pode ter certeza que se cada um fizer a sua parte o ambiente de trabalho ficará muito mais tranquilo e produtivo.

ETIQUETA COMPORTAMENTAL - TEMA E-MAIL


Falando de comportamento, vamos estender esse assunto para detrás do teclado do seu computador.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Alguns motivos para dizer “não” aos boatos na empresa


É fato que em toda empresa, mais cedo ou mais tarde, com mais ou menos frequência, aparecem os boatos pelas redes informais e corredores, independente do tamanho da organização. Esses boatos podem conter informações distorcidas, fofocas, boatos sobre demissões  e transferências, adoção de novas ferramentas, entre inúmeras outras situações possíveis. Patrícia nos indica algumas razões para averiguar se as informações que correm de “boca em boca” são motivos para deixar você, sua equipe ou demais colegas preocupados. Confira abaixo:Se alguém é desligado da empresa, não importa o cargo que ocupe, nunca pense que o fato desencadeará uma onda de demissão em massa. Além de estressar a você mesmo, essa informação certamente deixará os demais ao seu redor com um analgésico prestes a ser engolido.
  1. O desligamento pode ter sido iniciativa do próprio funcionário que conseguiu uma proposta melhor ou que por um motivo de ordem pessoal, precisou afastar-se temporariamente.
  2. Quando uma organização preocupa-se com o clima, o líder toma a iniciativa de comunicar aos liderados o desligamento de um membro da sua equipe. Isso acalmará os demais profissionais e não dará margens às fofocas.
  3. Ao saber que uma nova tecnologia ou ferramenta será adotada, antes de dizer não ao novo, ao desconhecido, deixe primeiro que seu gestor faça a comunicação oficial e não leve em consideração o que “fulano” disse: “Essa novidade só trará dor de cabeça para todos, porque é muito complicada de ser utilizada”. Antes, participe do treinamento oferecido pela empresa para realmente constatar se você terá ou não dificuldades em lidar com aquele novo recurso.
  4. Seu gestor foi transferido, desligou-se da empresa ou se aposentou? Nada é eterno e o mundo está em constante transformação, inclusive o meio organizacional. Por essa razão, se ouvir comentários do tipo: “O novo chefe trata todos no chicote e adora perseguir as pessoas. O departamento vai virar um inferno”. Não faça a imagem de uma pessoa, sem primeiro conhecê-la. A metodologia de trabalho pode ser até diferente, mas não significa que quem chegará trará um “copo de espinhos” para você beber.
  5. Antes de dar “ouvidos” às notícias que correm pelos corredores, caso a empresa possua canais de comunicação formais, fique atento ao conteúdo de cada um deles. Quem sabe, aquele “boato” que o deixou assustado não foi um engano e o assunto é abordado de forma objetiva.
  6. Caso escute algo que pode comprometer o clima da sua equipe, não contribua para a disseminação dessa informação, pois a tendência é que a mesma seja repassada. E quando chegar ao quinto “par de ouvidos”, já não será dita como você a ouviu. Tem dúvidas de que isso ocorra? Lembre-se, então, daquela brincadeira do “telefone sem fio”, que você participava com seus colegas de escola.
  7. Se, porventura, a tentação for grande demais e você queira comentar com alguém, o faça após o expediente. E que essa pessoa seja alguém confiável, que no dia seguinte não saia espalhando que você falou isso ou aquilo. Já pensou como sua imagem ficará na organização, caso isso aconteça?
  8. Quando uma equipe possui um gestor acessível, o que deveria ocorrer sempre, se uma “dita novidade” o envolva, uma boa alternativa é procurar o seu líder para uma conversa franca. Peça alguns minutos da atenção do seu líder para tirar dúvidas e saber se o que chegou a você tem procedência ou não passa de uma “fofoca”, para tirar sua atenção das atividades e prejudicar sua performance. Lembre-se que, infelizmente, a inveja faz parte da realidade da vida e ninguém está livre de ser alvo dela.
  9. Supondo que você ouviu um “boato” hoje e guardou para si. Duas semanas nada aconteceu, como a “rádio peão” havia anunciado. Isso significa que tudo não passou de uma informação distorcida, sem fundo de verdade. Esse é mais um motivo para você fazer uma triagem daquilo que escuta, pois no final das “contas” quem pode ser prejudicado é você próprio.
  10. Boatos fazem parte da comunicação informal da empresa e advém de um comportamento natural das pessoas. Porém, alguns boatos podem trazer prejuízos para o ambiente de trabalho, para a confiança e a relação entre funcionários e chefes, entre os próprios funcionários e para cada indivíduo em particular. É preciso tomar cuidado com o que se fala dentro do trabalho, respeitando todas as pessoas que estão ao seu redor. Ninguém pode calcular o dano que um boato ou uma fofoca pode trazer ao ambiente de trabalho e aos colegas, afinal cada um reage de uma determinada forma nessa situação. É papel também dos gestores entender e saber administrar a comunicação informal, de forma que eles possam tomar atitudes que possam impedir os rumores ou neutralizar aqueles que surgirem.


10 dicas para se manter motivado


As empresas vivem buscando formas de manter seus colaboradores motivados. Elas oferecem incentivos salariais, benefícios, bônus, participação nos lucros, planos de carreira, e por aí vai. Porém, essas são formas de incentivar e fazer com que os funcionários se sintam valorizados e motivados, o que não garante que a empresa conseguirá atingir seu objetivo.
O que acontece a muitos profissionais é a falta de motivação quando chegam a uma certa etapa de sua carreira e é nesse hora que ele precisa encontrar força interior para lutar e seguir em frente. Um profissional motivado vai muito além, eu diria até que a motivação é fundamental para o sucesso na carreira, porque talento e competência sem motivação é um desperdício. Abaixo seguem 10 dicas para ajudar todos os profissionais que precisam se manter motivados em sua carreira:
1. Estabeleça um propósito: Para se chegar em algum lugar é preciso estabelecer um propósito e saber qual caminho que se deseja percorrer . Pense sobre quais são seus objetivos pessoais e profissionais e trace metas para que consiga alcançá-los. Escreva-os em algum lugar que consiga sempre revisar e analisar o que está faltando para que consiga o que se deseja.
2. Não deixe nada para depois: Não seja um procrastinador! De nada adianta passar as tarefas de hoje para amanhã e muito menos adiar as suas decisões. Não acumule muitas tarefas pois assim você pode acabar se perdendo. Há pessoas que querem abraçar o mundo e acabam não fazendo nada direito. Saiba quais são suas prioridades e o seu limite e então faça o que tenha que fazer da melhor maneira que puder.
3. Tenha disciplina: A disciplina é a maneira de nos manter firme em nossos propósitos. É preciso persistir, lutar e concluir nossos objetivos. Comece algo e termine. A sensação de concluir um objetivo motiva as pessoas e as fazem felizes. Apenas seja organizado e disciplinado, que no final você verá os resultados aparecerem.
4. Pense grande: Não é errado pensar grande. Você precisa mirar no alto para tentar chegar o mais perto possível. Coloque alguns desafios em seus objetivos, algo que te assuste a princípio mas que te traga extrema satisfação ao conseguir atingi-lo. O importante é sair da zona de conforto e arregaçar as mangas.
5. Confie em você mesmo: Muita gente não chega aonde quer por falta de confiança e auto-estima. Tem tanta gente que é muito capaz, porém não sabe que é e com isso deixa milhares de oportunidades passar. É preciso que você “confie no seu taco” e siga em frente. Todos nós possuímos os recursos necessários que necessitamos, portanto apenas nos basta acreditar nesses recursos e seguir em frente.
6. Saiba valorizar o que realmente importa: Seus valores devem permear seus objetivos e você precisa valorizar tudo que é importante para conseguir alcança-los. O seu tempo deve ser valorizado e equilibrado, para que você não viva apenas para o trabalho e se esqueça de seus amigos, família, do lazer e  de você mesmo. Valorize cada momento que passar com aqueles que amam. Seja você mesmo. Faça coisas que sempre gostou de fazer como praticar atividades físicas, ler livros, ouvir música, ir à igreja, ver um bom filme.
7. Agradeça e comemore: A cada vitória agradeça muito e comemore. Vibre com suas realizações, pois isso será um grande estímulo e motivação para futuras realizações. Esteja aberto para o lado bom de suas conquistas e liberte-se!
8. Não tenha medo de fracassar: Todo mundo erra, todo mundo presencia fracassos na vida e nem por isso elas desistem e cruzam os braços. Veja oportunidades nos problemas que aparecerem e não fique apenas se penalizando por algo ou se sentindo a pessoa mais fracassada do mundo. Você precisa ter forças para levantar quando cair e saber aprender com os tombos que levar.
9. Relacione-se: É preciso conversar com as pessoas e aprender com elas. Aproveite as oportunidades de conversar com pessoas diferentes do seu círculo de amizades e relacionamentos. Converse com pessoas bem sucedidas e se inspire em suas histórias. Peça feedback e saiba ouvir e interpretar todas as críticas de forma construtiva e positiva.
10. Persista SEMPRE: Todos os dias lembre-se do que planejou para a sua vida e de cada objetivo que traçou. Eu sei que não é fácil olhar todos os dias para os objetivos, ainda mais quando um fracasso acontecer na sua vida. Mas, se você sonha não desistirá fácil de seus sonhos. Não deixe que se tornem apenas sonhos e lute por eles. Persista sempre e siga de cabeça erguida. Tenha fé em seus sonhos e a esperança de que irá conseguir realizá-los.
Cada pessoa é diferente da outra e por isso cada um tem uma maneira de reagir e de se sentir desmotivado. Porém, não deixe que isso atrapalhe a sua vida e lute para acabar logo com essa fase de sua vida. Amanhã sempre será um novo dia, com novas esperanças e por mais que você não acredite é possível sim acordar e decidir que irá mudar a sua vida. Renove-se e não desista nunca dos seus sonhos. Parece clichê, mas é a simples verdade que temos que enfrentar para lutar por aquilo que queremos.

Por: Mariana Rodrigues