sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Que mudança você quer hoje? - Leila Navarro


O que será que tem que mudar primeiro? O que está fora ou o que está dentro? Pense nisso: quando você muda, você muda a realidade que está em sua volta.

Campanha "Outubro Rosa"


A CR Consultoria não poderia ficar fora dessa campanha!!!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A associação do sucesso empresarial com o sucesso pessoal


Crenças e comportamentos como fatores que determinam o sucesso empresarial


Atualmente está muito em voga temas de valorização pessoal, auto-estima, concretização de metas e alcance de objetivos pessoais e empresariais. Como dissociar a empresa do Ser Humano? Já os próprios termos pessoa física e pessoa jurídica se encontram na primeira parte da frase.

Se o Ser Humano estiver bem e realizado é conseqüência imediata que a pessoa jurídica também estará. Sucesso, prosperidade e riqueza chegarão e permanecerão naquela empresa a qual as pessoas estiverem preparadas para tal.

Para que investir num site ou numa campanha de marketing digital se a empresa está vendendo pouco, se não tem um produto ou serviço novo? Se os clientes são sempre os mesmos e já estão acostumados com os serviços? Se esse negócio de Internet só for pra grandes empresas que tem dinheiro sobrando?

Skinner já afirmava que só são estáveis os condicionamentos recompensáveis. Será que os dirigentes e administradores da empresa têm os condicionamentos dirigidos para o sucesso e prosperidade? Será que eles se vendem bem no âmbito pessoal, tem um bom relacionamento com a família, amigos, igreja e sociedade como um todo?

Dale Carnegie, o qual foi um grande orador e conselheiro de líderes mundiais, afirmava que devemos despertar um forte desejo nos demais e falar coisas as quais interessam a outra pessoa. Seus produtos e serviços estão despertando interesse nas outras pessoas, estão bem expostos tanto na loja física como na virtual (Internet)? Os serviços agregados ao produto chamam a atenção do cliente e satisfazem sua necessidade?

Ter uma loja virtual, um Web Site para sua empresa ou empreendimento não é novidade, não é ser um diferencial, mas bom atendimento às necessidades do cliente atual, o qual é exigente, que pretende não mais sair de casa para fazer compras, minimizar custos e transtornos de trânsito para adquirir um produto ou serviço; que prefere a segurança e bem-estar da própria casa para pesquisar os melhores preços no Google ou sites de compra. Este excelente serviço de qualidade fará a diferença de sua empresa no mercado competitivo atual.

Quando a pessoa física se valoriza, cuidando de sua saúde, bem-estar, de sua família, quando ela se vende como pessoa enérgica e disposta para vencer, sua empresa também cresce, adquire novo brilho, seus produtos merecem destaque, merecem atender bem os clientes, merecem estar a um clique da compra para que a abundância e riqueza se perpetuem também para a pessoa jurídica.

Por: Fernando Pinheiro

COACHING EM NOVEMBRO!!!



Life e Self Coaching
  • O foco é ajudar o cliente a reorganizar a sua vida pessoal e consequentemente a profissional, limpando pontos de insatisfação para criar uma vida mais alinhada com seus valores maiores.
  • Também usado como um processo auxiliador em fases de transição, já que passar por mudanças e enfrentar adversidades merece um apoio externo.


Transformar desejos em realidade não é para todos, apenas para quem está disposto a se esforçar. Não basta querer, é preciso treinar e se desenvolver!!! 


Seja uma dessas pessoas que transforma desejos em realidade e faça o Curso de Coaching conosco!


segunda-feira, 24 de outubro de 2011

VENHA E FAÇA A SUA!!!!


Sete dicas para se manter no mercado


Além da iniciativa e da capacidade de planejamento necessárias para abrir um negócio, quem quer prosperar como dono do próprio negócio precisa ter algum conhecimento sobre diversos temas fundamentais para a administração de uma empresa, como gestão financeira, marketing, recursos humanos e atendimento ao cliente. Mas para vencer o desafio dos dois primeiros anos do negócio, período em que 27% das pequenas empesas brasileiras fecha as portas, é preciso um pouco mais. Veja a seguir o que é preciso fazer para se manter no mercado, segundo o empresário Rogimar Rios, em entrevista ao site Administradores.
1-Saber lidar com personalidades desafiadoras
Para isso, é preciso usar o coração, além dos ouvidos. Pessoas que impõem desafios de relacionamento vão periodicamente cruzar o seu caminho.
2- Ter determinação e disciplina
Planejamento é a palavra-chave do sucesso no empreendedorismo. Anote ideias, e faça planos detalhados com previsões de resultado e data, hora e local de onde as metas devem acontecer.
3- Saber usar seu pensamento a seu favor
Não deixe que pensamentos negativos influenciem a sua frequência, pois isso pode ameaçar o alcance das suas metas.
4-Ter metas definidas e seguir métodos
Quando as duas coisas andam juntas, pode-se romper qualquer barreira.
5-Ter fé, mas iniciativa para transformar a realidade
Fé na sua ideia é fundamental, mas não deixe de agir para mudar a realidade. É preciso partir do pensamento para a ação.
6-Saber identificar oportunidades
Um empreendedor precisa “encontrar, avaliar e desenvolver a oportunidade de criar algo novo”.
7 – Saber aproveitar o fracasso
Finalmente, é preciso ter jogo-de-cintura para driblar as derrotas e tirar algum proveito delas. “Saiba usar a experiência sem sucesso em aprendizado”.
Por: Debora Carrari

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Inscrições Abertas e Limitadas!!!




Como saber se eu preciso de: Coaching de Carreira

Hoje no mundo corporativo, seja ele no comércio, na industria ou em qualquer outra área de atuação, podemos encontrar muitos profissionais que não estão satisfeitos com seus cargos, seja por falta de satisfação pessoal, deficiência financeira ou por falta de incentivo de seus parceiros de trabalho. Quando estamos vivenciando uma insatisfação em nosso trabalho, isso é um sinal claro de que nossa carreira não é bem aquilo que desejamos, ou que imaginamos para nosso futuro. Neste caso, talvez seja a hora de procurar ajuda de um Coach de Carreira.


Para entendermos melhor, vamos conhecer o que um Coach de Carreira pode fazer para lhe oferecer uma oportunidade de melhoria continua em sua vida profissional, o que com certeza irá desencadear uma melhoria continua em todas as áreas de sua vida.



A Carreira de um individuo não é escolhida ao acaso, nem pré-determinada em algum momento de nossas vidas. Ela é a soma de diversos fatores que levam o mesmo a fazer uma escolha consciente. Mas nem sempre esta escolha pode ser realizada como desejamos, por várias interferências externas que sofremos por quase toda nossa vida, sejam elas vindas de amigos, familiares ou educadores. É muito comum vermos filhos de advogados se tornando advogados, filhos de médicos se tornando médicos, filhos de comerciantes dando continuidade aos negócios de “família”, mas nem sempre paramos para perguntar se era este mesmo o destino que eles queriam para si mesmos.
Esses fatores podem fazer com que você acabe descobrindo após um tempo que não esta fazendo aquilo que gostaria de fazer, e que não esta oferecendo o melhor de si, pelo simples fato de que você não pode fazer isso, pois por instinto, apenas nos comprometemos 100% com algo, quando este algo nos satisfaz de alguma forma. É neste ponto que chegamos ao assunto principal deste artigo, o Coaching de Carreira.

O Coaching de Carreira ajuda o individuo a estabelecer um plano de carreira dentro de seus desejos, e atua principalmente no momento da transição de uma área para outra, caso isso se torne necessário. A busca de uma melhor colocação no mercado de trabalho, e principalmente a busca pela satisfação em realizar algo que comprovadamente você tenha paixão em realizar, é um dos métodos de trabalho no Coaching de Carreira, e todo o processo é realizado de forma segura e sustentável, evitando o desconforto que pode ocorrer durante este processo. Durante este processo, o Coach também auxilia o individuo na obtenção de habilidades e competências necessárias para que o mesmo possa exercer de forma produtiva em sua carreira, tendo desta forma prazer em trabalhar na área escolhida e determinada.
Existem alguns sintomas que trazem a tona esta insatisfação profissional, e que podem ser um grande sinal de que você esta em uma carreira profissional errada, e que precisa de auxilio para descobrir ou determinar onde poderia ser mais produtivo. Veja abaixo se você se encaixa em mais de um destes casos:
  • Procrastina repetidas vezes em assuntos profissionais;
  • Começa a não se preocupar com a pontualidade;
  • Prolonga o máximo possível sua permanência fora da empresa;
  • Os horários de trabalham demoram a passar, ao contrario dos momentos de lazer que passam rápido;
  • Tem a sensação de que não tem reconhecimento apesar do trabalho que exerce;
  • Tem momentos de irritação constante, atingindo sua área pessoal;
  • Trabalha de forma mecânica, não se preocupando com os resultados a longo prazo;
Se você possui 3 ou mais destes sintomas, pode estar exercendo uma carreira que não lhe satisfaz, e deve buscar orientação junto a um profissional que possa lhe conduzir de uma forma correta, para as soluções, restabelecendo desta forma, sua alegria em trabalhar, fazendo o que gosta e tendo orgulho de si mesmo.
Encontre alguma coisa pela qual seja apaixonado. E só trabalhe com pessoas de quem goste. Se você trabalha todos os dias com o estômago embrulhado, está no lugar errado. (Warren Buffett) – Bilionário americano

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Self Coaching, o nível mais profundo do Life Coaching


O coaching, transcende o ambiente empresarial, e é uma alternativa para aqueles que na vida pessoal buscam mudança, evolução e crescimento


Coaching é processo eficaz para apoiar no desenvolvimento humano como um todo. No âmbito corporativo está consolidado como uma das mais bem sucedidas ferramentas para o desenvolvimento de líderes e equipes mais fortes, assertivos e preparados para as demandas e mudanças constantes no cenário global. O coaching, em toda sua amplitude de alcance transcende o ambiente empresarial, e é uma alternativa também, para aqueles que na vida pessoal, buscam mudança, evolução e crescimento.

Nesse sentido, o "Life Coaching", ou Coaching para a Vida, é uma modalidade orientanda para o campo pessoal, que atua no aprimoramento das relações interpessoais, sejam elas afetivas ou familiares; apóia o individuo no planejamento de objetivos, na motivação para alcançá-los, numa melhor comunicação interpessoal e no autodesenvolvimento com um todo.

"Self", que pode ser traduzido para Coaching de si mesmo, autocoach, também pode ser interpretado como o "Centro direcionador da consciência e da inconsciência", ou ainda "Centelha Divina" ou "o melhor EU que habita dento de cada um de nós". Viver um processo de "Self Coaching" significa permitir-se a acessar níveis cada vez mais profundos na busca do "empoderamento do EU".

Tudo bem, que não é fácil admitir limitações afetivas; que as relações amorosas e familiares não são tão harmônicas e bem-sucedidas como deseja, pois de certa forma isso é admitir um fracasso. No entanto, este é o primeiro passo a ser dado, se na verdade você quiser, através do processo de coaching, resolver essas questões. Refletir, ponderar e compartilhar o estado desejado é o primeiro passo no processo de Self Coaching. Tudo começa na permissão que cada coachee dá de interpretar positivamente sua história. Quanto maior a ressignificação e a interpretação positiva de nossa história maior será a potencialização do coachee.

Fortalecer o "mapa de mundo" dentro de uma interpretação positiva da sua própria história é à base do processo de coaching. O profissional Coach através de perguntas poderosas promoverá essa interpretação positiva de "si mesmo" do indivíduo atendido.

Nenhum ser humano é perfeito, tem todas as respostas para tudo ou age de forma correta o tempo inteiro. Todos têm limites. Muitos os ignoram como forma de defesa de um sofrimento maior, mas isso só retarda a resolução do problema, pois ser forte inclui saber lidar com estes monstros de frente, e entender que qualquer tipo de solução vem do desejo, interior e autêntico, de não ser mais refém de situações, que prejudicam as relações e a vida pessoal como um todo.

Talvez você já tenha as respostas aí, dentro de você, e só precise ser positivamente apoiado a fazer as perguntas certas e assim, chegar à solução de seus dilemas. Exercitar suas potencialidades, descobrir outras mais, acreditar em si, são passos nesse caminho da evolução humana. As ferramentas para as mudanças são suas, e o Self coaching vai apoiar você a reconhecê-las e utilizá-las da melhor maneira possível.

Por: José Roberto Marques

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Desenvolva uma Personalidade Atraente


Conhece alguém que tenha uma personalidade fascinante, que todos querem ficar perto?
Essas pessoas possuem um incrível magnetismo pessoal e uma personalidade irresistível!
Cris Carvalho fala sobre a arte de se construir uma imagem carismática e magnética, e como é algo que necessita ser persistentemente trabalhado.
Nesse sentido, vale a pena registar algumas dicas, as quais têm se mostrado bastante úteis para este propósito.
Experimente e comece a transformar um dia comum em um dia especial, simplesmente porque você esteve por perto!

Coaching e definição de Objetivos de Sucesso


Existem apenas 2 tipos de objetivos:Objetivos com Sucesso ou Objetivos Fracassados!
Algumas pessoas passam anos atrás de objetivos que nunca irão ser alcançados, alguns objetivos estão simplesmente condenados ao fracasso.
Existem algumas caracteristicas especificas que um objetivo deve apresentar para que seja considerado alcançável. Existe um "teste"!
Nunca seguimos em direção à um objectivo sem antes fazer o "Teste do Objectivo com Sucesso".

Life Coaching


Entender e saber qual é sua missão, quais são suas metas e grandes sonhos é uma das empreitadas do Coaching. O Coaching é um processo de desenvolvimento que busca atingir seus objetivos e resultados. Através de uma metodologia personalizada de acompanhamento e parceria com o cliente, Coach e coachee (cliente) iniciam um processo de novas aprendizagens e transformações.


Uma das necessidades básicas do ser humano é o desenvolvimento. Pessoas que param de aprender e se desenvolver acabam sofrendo conseqüências como comodismo, falta de fé, desilusões, angústias e tristezas. Mas, o que realmente torna o ser humano feliz? O que realmente nos motiva? O que nos dá força e energia para viver com entusiasmo e qualidade de vida?
         
Uma das respostas para estas grandes perguntas, questionadas por filósofos de todos os tempos, é saber primeiramente onde estamos e para onde queremos ir. Erick Fromm, psicólogo e fundador da Logoterapia, chamava isso de sentido da vida. Ter um sentido de vida é ter um motivo para agir. O que te faz levantar da cama todos os dias? Por que, ou melhor, para que você vive?
         
Entender e saber qual é sua missão, quais são suas metas e grandes sonhos é uma das empreitadas do Coaching. O Coaching é um processo de desenvolvimento que busca atingir seus objetivos e resultados. Através de uma metodologia personalizada de acompanhamento e parceria com o cliente, Coach e coachee (cliente) iniciam um processo de novas aprendizagens e transformações.
         
Você já imaginou alguém do seu lado te impulsionando, entusiasmado tanto quanto você, rumo aos seus sonhos e objetivos? Alguém que lhe ouve, compartilha idéias, faz as perguntas certas para você encontrar suas próprias respostas, traçando um caminho de acertos e conquistas? Alguém que, acima de tudo, acredita em você e em seu potencial? Uma pessoa que não lhe dá conselhos, mas faz você mesmo enxergar as melhores opções e ter suas próprias escolhas e decisões? Que lhe auxilia a pensar estrategicamente, com auxílio e apoio para atingir o seu sucesso?
         
Com o levantamento de sua situação atual (hoje), e para onde você quer ir (objetivos), é possível traçar estrategicamente um plano de ação para conquistar o que almeja. A partir disso, você terá um real motivo (motivação) para levantar todos os dias pela manhã com maior entusiasmo e paixão.
         
Plano sem ação não passa de um plano. Pense, planeje, imagine e aja! Seja a mudança que você quer!
        
Bem-vindo ao mundo do Coaching, onde é permitido sonhar e atingir seus verdadeiros objetivos!

Faça a inscrição para o Curso de Coaching e a Arte de Vencer e aprenda também as formas de conquistar tudo aquilo que deseja!!!

Inscrições Abertas!!!



CURSO DE COACHING - 26 E 27 DE NOVEMBRO!!!



O EMPURRÃO DA ÁGUIA


A águia empurrou gentilmente seus filhotes para a beirada do ninho.
Seu coração se acelerou com emoções conflitantes, ao mesmo tempo em que sentiu a resistência dos filhotes a seus insistentes cutucões.  Por que a emoção de voar tem que começar com o medo de cair? Pensou ela.
O ninho estava colocado bem no alto de um pico rochoso. Abaixo, somente o abismo e o ar para sustentar as asas dos filhotes. E se justamente agora isto não funcionar?
Apesar do medo, a águia sabia que aquele era o momento. Sua missão estava prestes a se completar, restava ainda uma tarefa final o empurrão.
A águia encheu-se de coragem. Enquanto os filhotes não descobrirem suas asas não haverá propósito para a sua vida.
Enquanto eles não aprenderem a voar não compreenderão o privilégio que é nascer águia.  O empurrão era o melhor presente que ela podia oferecer-lhes. Era seu supremo ato de amor.
Então, um a um, ela os precipitou para o abismo………………………………
 E eles voaram!
Às vezes, nas nossas vidas, as circunstâncias fazem o papel de águia. São elas que nos empurram para o abismo. E quem sabe não são elas, as próprias circunstâncias, que nos fazem descobrir que temos asas para voar.


Moral: Essa parábola mostra como o medo pode limitar nosso potencial e o quanto uma decisão pode mudar totalmente o rumo da nossa vida.A águia conseguiu olhar para dentro dela, descobriu e sentiu sua missão, confiou na sua intuição e agiu.
E você, já descobriu o privilégio de ter nascido “você”?
Preste atenção nos "empurrões", pois às vezes “o empurrão” vem dos parentes, dos amigos, da sociedade e às vezes vem de nós mesmos. Reflita sobre isso.

Por: Alexandre B. Carmona

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Diversidade, a Essência das Equipes Rumo ao Topo


Algumas questões mobilizam a explorar o potencial das equipes em diversos níveis hierárquicos em organizações com culturas ímpares.
O que possui uma equipe de alto desempenho?
O que faz uma equipe possuir estratégias eficazes e outras não?
O que faz uma equipe criar, inovar e alcançar resultados surpreendentes e outras não?
Nas organizações contemporâneas, diversidade pode ser considerada matéria-prima essencial para as equipes multidisciplinares e multifuncionais de alto desempenho criarem um futuro brilhante.
Uma equipe se forma quando dois ou mais indivíduos interdependentes e em interação se juntam visando à obtenção de um determinado objetivo. Há décadas Henry Ford dizia: “Se duas pessoas pensam sempre exatamente iguais num time, uma delas é desnecessária”.
As Equipes Rumo ao Topo são formadas por indivíduos com conhecimentos, perfis comportamentais e expectativas das mais variadas e, principalmente, possuem um Líder Aprendiz.
O Líder Aprendiz é aquele que prioriza o aprendizado individual e o desenvolvimento contínuo da equipe para o alcance das metas estratégicas. Para isso, é imprescindível que ele tenha flexibilidade para atuar com a liderança situacional, ou seja, atuar com o estilo necessário de acordo com o momento da equipe e do estágio de desenvolvimento de cada membro.
O Líder Aprendiz pode ter muitos estilos, alguns deles são:
• Diretivo – que dá a direção dizendo o que fazer.
• Treinador – que desenvolve as pessoas para o futuro.
• Mobilizador – que mobiliza pessoas em direção à visão.
• Afiliativo – que cria harmonia para curar rixas de times e motiva em momentos de estresse.
• Democrático – que cria colaboração para conseguir consenso.
• Apoiador – que serve como apoio e estímulo.
• Gerente – que gerencia operações, planos, atividades e soluciona problemas.
Enfim, a sacada para o líder alcançar os resultados com a diversidade é atuar com variedade e resiliência.
Uma equipe representa o todo, o total dos membros. Para se chegar ao objetivo da equipe como um todo existe a necessidade de enxergar as partes, ou seja, cada membro e seu papel.
Uma característica fundamental do Líder Aprendiz é saber fazer perguntas poderosas para aprender a lidar com o funcionamento complexo da equipe e das partes, ou seja, estimular os membros a lidar com a diversidade, utilizando a intuição, a criatividade, o conhecimento e o talento individual para o desenvolvimento como equipe.
Quero sugerir 10 perguntas que despertam a responsabilidade e que podem ser utilizadas pelo líder e compartilhadas com os membros da equipe:

1. Quais os resultados esperados?

É imprescindível definir de forma específica as metas a serem alcançadas como equipe e individuais. Esta pergunta pode ser utilizada no início de um projeto, ou até mesmo, na delegação de uma tarefa.

2. Quais as ações?

As Equipes Rumo ao Topo mantêm o foco no plano de ação e no monitoramento sistemático para o alcance dos resultados. Esta pergunta é utilizada para mobilizar os membros da equipe a fazerem as coisas acontecerem utilizando a diversidade existente na equipe. O segredo para aprender a lidar com a diversidade está no agir.

3. Qual o próximo passo?

É muito comum nas reuniões e nos bate-papos informais surgirem ótimas idéias e soluções, porém, se não colocadas em prática não passarão de idealizações. Os líderes de alto desempenho utilizam constantemente esta pergunta para mobilizar a equipe a entrar em ação imediatamente com o foco em resultados. Esta é uma forma de fazer a equipe manter os pés no chão.

4. O que vai gerar mais impacto positivo?

Os membros de uma equipe tendem a tomar as decisões com base nas opiniões e ganho pessoal devido à diversidade de talentos, experiências e crenças. Porém, os membros de uma Equipe Rumo ao Topo tomam as decisões com base no que vai gerar mais impacto positivo para a equipe alcançar os resultados esperados. Esta pergunta quando utilizada em meio a diversidade, contribui para a tomada de decisões rápidas e eficazes.

5. Esta ação vai nos levar mais perto ou mais longe da meta?

O líder tem papel fundamental no engajamento da equipe para o alcance dos resultados. Ao invés do líder dizer aos membros da equipe se o que estão fazendo é certo ou errado, ele pode utilizar esta pergunta, que traz a equipe para o foco e estimula a responsabilidade individual pelos resultados. Em momentos de feedback, esta pergunta pode ser bem interessante.

6. O que impede?

São comuns alguns membros da equipe dizerem: “É complicado, é difícil, não dá para fazer, a empresa isso, a empresa aquilo….”. Neste momento, o líder pode utilizar esta pergunta para gerar reflexão, ouvir do indivíduo a verdadeira dificuldade e se livrar das desculpas sem fundamento.

7. Esta é uma oportunidade de desenvolver o quê?

Esta pergunta é utilizada quando o membro da equipe trás uma dificuldade, algum problema ou, até mesmo, desculpas. O objetivo desta pergunta é gerar desenvolvimento e utilizar a diversidade como oportunidade de crescimento.

8. O que podemos aprender com isso?

Na teoria lidar com a diversidade pode parecer simples, mas na prática é outro papo. No entanto, quando os membros da equipe utilizam esta pergunta, acontece o fenômeno chamado aprendizado. A melhor forma de uma equipe lidar com a diversidade é aprender constantemente com ela, afinal de contas, não existe nenhuma forma de controlá-la e sim aprender com ela.

9. Qual a solução?

Nas Equipes Rumo ao Topo o problema só serve como oportunidade de descobrir uma solução. O líder tem papel fundamental no condicionamento da equipe para a solução de problemas e criação de possibilidades. Ao invés do líder dar as soluções, esta pergunta pode ser utilizada para que a equipe traga a solução ao invés das dificuldades. Em momentos de discussão e lavagem de roupa suja esta pergunta pode ser uma grande saída para trazer a equipe ao foco e entrar em ação novamente.

10. Quais os prós e contras?

Equipes dependentes do chefe são aquelas que têm incapacidade de avaliar os prós e contras para tomar uma decisão. Esta pergunta pode ser feita sempre que uma dúvida aparece. Ao invés do líder tomar as decisões pela equipe, é fundamental criar uma equipe interdependente através desta pergunta. Com o tempo os membros da equipe tendem a serem mais pró-ativos.
Leonardo Da Vinci foi muito sábio quando disse: “Quem conduz uma discussão apelando para a autoridade não está usando sua inteligência, está usando apenas a sua memória”.
O Líder Aprendiz das Equipes Rumo ao Topo, utiliza a inteligência e a memória da equipe para lidar com a diversidade. Como a sua equipe lida com a diversidade hoje? Você fornece mais respostas ou faz mais perguntas a sua equipe? A situação da sua equipe hoje é uma oportunidade de você desenvolver o que? Qual o próximo passo?

Por: Carlos Cruz

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

O que o seu “Eu” do futuro diria para o seu “Eu” do presente?


Você certamente já ouviu frases como “não tenho tempo para mais nada”, “meu dia tinha que ter mais de 24 horas” ou, então, “esse ano passou muito rápido”. Esses tipos de comentários são cada vez mais freqüentes, tanto em relação a assuntos pessoais quanto profissionais. Mas por que de repente sentimos a sensação de que o tempo está voando e não conseguimos alcançar nossos objetivos ao final de um determinado período de tempo, seja ele um ano, um mês, uma semana ou até mesmo um único dia?
Com a intensificação do uso da tecnologia, a passagem do tempo adquire uma nova percepção. Uma informação torna-se ultrapassada em questão de segundos; um celular recém lançado, depois de poucos meses, já é superado por um modelo mais moderno e sofisticado. Recebemos inúmeros estímulos a todo o momento e, quando nos damos conta, estamos fazendo mais de três coisas ao mesmo tempo. Desse modo, temos a impressão de que os dias estão mais curtos e de que o tempo é o vilão dos nossos dias de trabalho. No entanto, é a dificuldade em dizer “não” que impede as pessoas de alcançarem a auto-realização. O grande desafio do ser humano nos dias atuais é aprender a investir seu tempo no que é realmente importante e que esteja alinhado com uma visão de futuro.
E você? Até que ponto está disposto a abrir mão de quem é hoje, do que tem e do que faz para viver a sua visão de futuro?
Eu sei que o sonho de muita gente é de que o dia tivesse mais de 24 horas, mas isso nunca acontecerá. Os gregos antigos utilizavam duas palavras para denominar o tempo: chronos ekairósChronos é o tempo que pode ser medido no relógio e Kairós  é a qualidade do tempo. Portanto, sugiro que caminhe na direção contrária do fazer muito, trabalhar bastante, mas sem um propósito definido. Nunca a quantidade significou qualidade.
Ter foco significa gerenciar distrações. O brasileiro tem a tendência de ser imediatista e, muitas vezes, deixa de lado uma oportunidade futura, agindo apenas com o foco no curto prazo. Buscar resultados no momento presente e viver plenamente em vez de apenas sobreviver é importante, afinal de contas não sabemos o dia de amanhã. Mas, o contrário é verdadeiro, se não cuidarmos do hoje com o foco no amanhã podemos nos frustrar. Vale à pena relembrar a expressão budista “Caminho do Meio”, que procura de um modo sucinto, apontar o rumo àqueles que se propõem a dar seus primeiros passos em direção à sabedoria.
Um exemplo disso são os profissionais que deixam de atuar em áreas promissoras e que estão alinhadas com seus valores para buscarem melhores salários. Antes de tomar qualquer decisão, veja se será uma mola propulsora para viver a sua visão de futuro. Pergunte-se: O que o meu “eu” do futuro diria para eu fazer hoje?
Para não desperdiçar tempo, é fundamental manter o foco no que vai gerar mais impactos positivos nos seus resultados. Fazer diversas tarefas ao mesmo tempo é possível, mas como será a qualidade final de cada uma delas? É como abraçar alguém e ao mesmo tempo responder e-mails. Você será mais eficiente fazendo uma coisa de cada vez ou as duas juntas? Na realidade, fazer diversas atividades simultaneamente é uma maneira de muitas pessoas sentirem-se produtivas e importantes.
Tome cuidado para não confundir tranqüilidade, baseada em propósito, com acomodação. Em uma passagem do poema “Tempo”, Carlos Drummond de Andrade diz:
“Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.”
Cuide hoje das suas ações porque elas moldarão o seu “eu” do futuro.

Por: Super Empreendedores

Ser Empreendedor “Demais” Não é Bom


Muito se fala sobre empreendedorismo hoje, sobretudo enaltecendo a figura do empreendedor como sendo uma pessoa repleta de qualidades invejáveis como inovador, líder, arrojado, seguro, assertivo, otimista, persistente, entre várias outras que contribuíram para se construir um mito de que o empreendedor é um grande herói. Hoje muitos se comparam a este perfil, querem ser empreendedores, enfatizam suas competências empreendedoras. Cada vez mais anúncios de emprego listam a atitude e o comportamento empreendedor como qualidade desejável. Todos querem ser reconhecidos por esta qualidade, embora poucos na verdade a possuam.
Como tudo na vida em excesso não é bom, ser empreendedor, a despeito de tudo de bom que se fala, em excesso também não é bom. Deixe-me citar algumas explicações por meio das mais conhecidas competências empreendedoras:
  1. Ser inovador demais  significa que a pessoa não tem constância, não termina o que começa, vive tendo idéias, uma atrás da outra, o que compromete a capacidade de realização, pois sempre vai surgir uma idéia melhor do que a que ele está realizando;
  2. Ser pró-ativo demais significa que a pessoa pode tomar decisões por conta própria sem a experiência e o conhecimento suficientes para uma boa decisão e assim acabar sendo precipitado e escolher caminhos inadequados;
  3. Assumir riscos demais significa que a pessoa pode estar comprometendo recursos à toa, pode estar colocando muita coisa a perder, e pode estar expondo demais pares, clientes e seu supervisor;
  4. Ser persistente demais significa que a pessoa pode estar usando parâmetros errados que o levem a insistir demais em coisas que não valem mais a pena, podendo facilmente se tornar mera teimosia;
  5. Ter autonomia demais significa que a pessoa pode ter dificuldade para trabalhar em equipe, dividir responsabilidades, confiar em outras pessoas. Tem menos paciência para lidar com pessoas menos capazes do que ele;
  6. Ser auto-confiante demais significa que a pessoa pode ter uma visão distorcida da realidade, apoiar suas decisões demasiadamente em suas próprias intuições e se fechar às influências externas que o contradigam.
Além disso, é importante ressaltar que nem todas as empresas precisam de empreendedores em todos os cargos e funções, é como dizer que todas as posições de um time de futebol precisam ser preenchidas por craques como Kaká. Cada posição requer um perfil diferente e nem todos precisam ter empreendedores.
Por isso, digo ao meu ex-aluno que, o fato de o futuro chefe ter dito isso traz indícios de que ele não se sente à vontade com um funcionário muito empreendedor em sua equipe. Convenhamos, não é fácil ser chefe de um empreendedor. Empreendedores são difíceis de se lidar, são ousados, arrogantes, auto-suficientes, querem ir sempre além do limite, esquecem regras e hierarquia com facilidade, estão sempre sonhando alto, têm dificuldade em realizar tarefas burocráticas, rotineiras e de controle, acabam se metendo em mais coisas do que são capazes de entregar, são enfim, pessoas que podem trazer mais prejuízos do que benefícios e não é qualquer um que gostaria de enfrentar o desafio de ‘segurar’ ou ‘domar’ funcionários com perfil empreendedor.
Ouso ainda afirmar que muitas pessoas se sentem ameaçadas por subordinados empreendedores. Muitos chefes que não são muito seguros de si não suportam alguém sob seu comando que brilhe mais do que eles. Pode parecer surpreendente, mas muitas pessoas com atitude empreendedora perdem o emprego justamente por aquela que deveria ser visto como sua grande qualidade. Já presenciei vários casos de funcionários empreendedores discriminados pelos colegas que relatavam críticas a este perfil para disfarçar a inveja por não deterem estes traços.
Portanto, vamos tratar de desmistificar esta idéia de que verdadeiros empreendedores são necessários e valorizados em qualquer lugar. Não me surpreendo se meu aluno for melhor sucedido em uma outra oportunidade semelhante se ele ‘esconder’ algumas de suas características empreendedoras.